quarta-feira, 24 de março de 2010

Medo de sofrer?


Hoje eu acordei pensando, as vezes nós temos tanta dificuldade para manter as coisas, seja por medo de sofrer, medo do desconhecido ou apenas por pura frieza, talvez. Mas o fato de não se entregar completamente pode nos proteger do sofrimento, pelo menos é o que deduzimos. Então nos questionamos: porque é que a gente necessita tanto se entregar de corpo e alma pra uma pessoa que poderá nos ferir no momento seguinte após te dizer "eu te amo" e que com isso nos obriga a tentar de todas as formas possíveis e impossíveis esquecer, apagar da memória e do coração a sua existência. Mas é assim, sempre foi dessa forma e não há de mudar tão cedo e precisamos aprender a nos conformar com isso. A partir daí descobrimos a mais triste de todas as verdades: somos movidos à tristeza, às incertezas e às decepções. É o que nos dá vigor e nos faz buscar a cada dia a felicidade em cada momento de nossas vidas. Por pior que seja o final da história, o que vale são os momentos em que fomos felizes, isso sim é valioso, são exatamente esses momentos que nos fazem pensar e ter certeza de que valeu a pena. Por trás das máscaras sempre há um coração que necessita encontrar sua metade, nem que seja por um único instante e muitas vezes deixamos de viver belas histórias de amor por simples medo de amar.

1 comentários:

Letícia Santos disse...

Lindo!
Me fez ter lágrimas nos olhos e um aperto no peito.

Postar um comentário

Comente, a sua opinião é importante pra mim.

Licença Creative Commons
A obra Sinta o Amor foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Proibição de Obras Derivadas 3.0 Brasil.