quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Eu ainda acredito no amor

Segurei em tuas mãos e me deixei guiar. Fechei os olhos, este foi o meu maior erro. É como eu sempre disse, quem se importa apenas se importa. Só que eu não conseguiria seguir outro caminho, quando na verdade eu estava sendo guiada por um outro alguém. Simplesmente não conseguiria. Na verdade o que eu estava buscando era mesmo alguém pra me guiar, mesmo que pelo caminho eu pudesse me perder pra sempre.  E foi o que aconteceu. Caminhei, caminhei até que aconteceu o inevitável, me perdi e não havia mais como voltar. Eu sempre acabo procurando a perfeição em tudo e essa perfeição na maioria das vezes não existe. Eu sempre me prendi muito aos malditos detalhes. Digo malditos porque quando alguém parte nosso coração o que resta é tentar apagar da mente os detalhes. Mas não todos, somente aqueles que nos deixaram mágoas. Deveria haver uma maneira de fazer o nosso coração distinguir isto. É difícil fechar os olhos e tentar esquecer, quando o nosso coração não consegue aceitar a idéia. Temos a capacidade de decidir por nossos caminhos, mas isto não é válido quando nossas decisões podem afetar a vida de outro alguém. Muitas vezes não conseguimos decidir pelo óbvio. Mas isto é apenas um detalhe e eu não deveria me prender tanto assim aos detalhes. Você vê? Foram os detalhes que me fizeram desistir, mas apesar de tudo eu ainda acredito no amor. 

6 comentários:

Pelo amor ou pela dor .. ! * disse...

Eu digo a toods e repito, nunca desista do amor minha querida, ele é mais forte do que tudo.
Eu amo os teus textos, parabéns.

Cari_na disse...

MENINA *-*
QUE BLOG MAIS LINDO *-*

TE ACHEI LA NO TOOFFLINE E JA TO SEGUINDO!

BJINS

Fernanda Zanol. disse...

A gente se deixa levar pela emoção e depois se ferra, né? Mas apesar disso ainda prefiro muito mais a emoção do que a razão, prefiro me deixar levar pelo coração. Se a gente não for pelo caminho errado alguma vez, vai deixar de aprender muitas coisas. E é isso, nunca deixe de acreditar no amor. ;D

beeeijo =*

Bianca fernandes disse...

no fundo, no fundo eu anda acredito no amor tb. se nao, nem teria um motivo pra pra pensar nele

adriely santana disse...

AAAAH, você me descreveu completamente ><

o lovebug sou eu disse...

malditos detalhes, digamos que essa doença também é minha. me identifiquei muito nesse texto. parabéns pelos teus textos e pelo seu blog *-*.

Postar um comentário

Comente, a sua opinião é importante pra mim.

Licença Creative Commons
A obra Sinta o Amor foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Proibição de Obras Derivadas 3.0 Brasil.