quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Sobre cortar laços

Fez tanto tempo que os meus olhos não cruzavam com os teus que os meus pés passaram a te procurar, involuntariamente. Eu nunca quis te amar na verdade, embora isto tenha ocorrido de uma forma tão assustadoramente espontânea que eu nem tive tempo de evitar. O pior aconteceu. Tudo vai ficar bem. Eu prometi e repeti mil vezes a mim mesma, embora eu ainda não tenha certeza disto. Estou desatando cada laço formado, mas estes nós são tão firmes e precisos que me dói ter de cortá-los. Estou seguindo. Hoje meus pés precisam encontrar novos caminhos e eu me recuso a me deixar ferir novamente.

2 comentários:

Naia Mello disse...

porque o caminho muda constantemente.

Alice L. disse...

É disso mesmo que a gente precisa, seguir. Eu só queria entender por que diabos nós não conseguimos apenas fechar os olhos e dormir, o que faz com que nossa cabeça involuntariamente procure por aquilo que tentamos ignorar durante o dia todo. Shit.

Postar um comentário

Comente, a sua opinião é importante pra mim.

Licença Creative Commons
A obra Sinta o Amor foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Proibição de Obras Derivadas 3.0 Brasil.