quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Sobre sentimentos acumulados

Quando me deparo com as incertezas é quando percebo que não é tão difícil assim deixar de amar, aparentemente. As vezes a gente acorda pensando em agir diferente, pensar diferente, mas tudo que conseguimos é mais uma noite sem dormir, pensando em como seria. Isto só não basta. Sempre existem muitos sentimentos que devem ser organizados dentro do nosso coração e nem sempre é fácil colocá-los em ordem. Tenho sentido tanta coisa e ao mesmo tempo nada. Existem sentimentos que nos prendem ao abstrato, ao que não sabemos se realmente existe, mas que sentimos com tanta intensidade que é difícil arrancar isto do peito. Sentimentos acumulados tendem a crescer dentro de nós por mais que tentamos ignorar a sua existência. Nada cansa mais do que guardar sentimentos que dentro de nós imploram para serem libertados. Hoje eu pretendo acordar com a esperança de me sentir mais livre. Por mais que, a cada dia, eu só tenha encontrado lágrimas. 

7 comentários:

andrezza m. disse...

É muito bom, quando de repente lemos algo, e percebemos uma certa semelhança com o que estamos sentindo/vivendo! Parabéns, todas as suas postagens não são só lindas, mas também lógicas e significantes para muitas pessoas. Amei essa! :)

Fernanda Zanol. disse...

'Tenho sentido tanta coisa e ao mesmo tempo nada.'

É estranha essa sensação, né? Mas ela passa e uma hora as coisas se encaixam.

beeeijo :*

Raíssa disse...

Essa sensação que todo mundo já teve, é perfeitamente entendivel e passageira, verá. O Vazio é só um preparo pro amadurecimento que virá, tudo fica bem.

Pâmela Oliveira disse...

Quem nunca já sentiu tudo e ao mesmo tempo nada? Muito boas suas postagens.
Parabéns

paula de vasconcelos. disse...

Isso é verdade. O vazio incomoda, mas aprendemos muito com ele.

Jullie disse...

aprendemos muito mesmo, concerteza Paula. Obrigada a todos por comentar.

Mariana Solis disse...

adorei (que novidade!) seu texto jullie, muito lindo! Eu o publicarei (com créditos, claro) no blog no dia 19/01, se não quiser, só me avisar. beijos!

Postar um comentário

Comente, a sua opinião é importante pra mim.

Licença Creative Commons
A obra Sinta o Amor foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Proibição de Obras Derivadas 3.0 Brasil.