quinta-feira, 29 de julho de 2010

(...)

A gente não se encontrou. A gente se colidiu. Somos um trágico e monumental acidente de trânsito onde tudo faz sentido. Cada barra de aço retorcido que me cutuca por dentro os pulmões quando estou apenas tentando respirar parece ter lá sido colocada por divina providência. O fogo, que encontra uma nova poça de combustível a todo momento, exibe aos transeuntes e curiosos fagulhas de todas as cores, em explosões na forma de cogumelos. Somos o choque. Somos a tragédia, mas sabemos que sem o outro somos meras ruas vazias. Vazias e paralelas. (Lucas Silveira)

terça-feira, 27 de julho de 2010

Pensamentos

Madrugada fria. O sono teima em fugir de mim e os meus pensamentos me impedem de fechar os olhos, me torturam. Eu só queria desligá-los por um instante, se é que isso seja possível. Pensamentos não são incuráveis, pelo menos é o que eu espero. Fez tanto silêncio que me veio à mente os ecos das tuas palavras e cada vez que eu as ouço sinto como se fosse a primeira vez. Eu teria te dito se houvesse chance, mas sei que quando olha em meus olhos pode enxergar tudo o que sinto. Eu sempre confiei mais em meus olhos do que em minhas palavras. Eu fico aqui perdida neste emaranhado de idéias que você deixou. Se fosse só pra dizer verdades eu poderia ter dito o quanto eu odeio a forma como você me conhece tão profundamente que eu não poderia dar um passo sequer sem que você soubesse disto. Mas a verdade é que pessoas que se vão nunca voltam iguais. Eu nunca disse que seria fácil, mas eu estaria lá quando você precisasse e entraria no teu pensamento pra nunca mais sair, se você permitisse. Corações sempre guardam grandes histórias, mas não precisam ser histórias tristes, afinal. 

I love you

I love you.

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Ouça

Aonde está você, que eu não esqueci ?
Aonde foi você quando eu parti? (...)
Você vai lembrar de quando você me pediu pra ficar.

sábado, 24 de julho de 2010

Você ama?

Já não importa se os sentimentos se tornaram banais, se alguns deles perderam o valor ou se as pessoas não acreditam mais no amor. Me refiro ao amor verdadeiro, este que é difícil acreditar que ainda exista. Você sempre vai tentar encontrá-lo. Vai se ferir, se iludir, mas não vai importar. Seja qual for a forma de sentimento que você presencie vai marcar sua vida e te trazer alguma felicidade, mesmo que mínima ou passageira. Não importa quantas lágrimas você derrame em vão ou quantas vezes o seu coração sairá partido. Não importa. Você sempre vai acabar esquecendo, por mais difícil que seja ter que esquecer. Você é capaz de decidir se vale a pena sofrer ou não e as coisas muitas vezes acabam terminando da mesma forma como começaram. Pessoas não têm medo de amar, apenas medo de sofrer, são duas coisas totalmente diferentes mas que andam sempre juntas. Nós nos apegamos ao mesmo brilho dos olhos que um dia pode nos cegar. A gente cria sentimentos pelo simples fato de tentar cobrir antigas feridas e quando nos damos conta novas feridas foram criadas, fracassamos, mais uma vez. Então você volta a pensar em criar novos laços, sabendo inconscientemente que vão te levar ao mesmo desfecho de antes. É um círculo vicioso onde os  sentimentos são provisórios. Realista demais para os que amam, eu sei.

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Como administrar um blog

Muita gente vem me pedindo ajuda sobre como iniciar e manter um blog da melhor maneira. Quando se inicia um blog deve-se pensar em vários pontos: nome, estilo, template, imagens, como alcançar seguidores, etc. São muitas as dúvidas. Por isso decidi fazer um post somente sobre esse assunto com algumas dicas pra quem é blogueiro iniciante.

1. Nome: Uma boa dica é sempre escolher nomes em português e que o estilo combine com o nome escolhido. Nomes em inglês hoje em dia estão muito clichê, fuja deles. Não fique mudando de nome constantemente, isto vai confundir os leitores.

2. Estilo: Escolha sempre um estilo sobre o qual você saiba escrever. Não adianta ter um blog de humor se você não sabe ser engraçado, por exemplo. O estilo do seu blog deralmente diz como você é. Pode ser moda, humor, filmes, livros, poemas, fotos, etc. Poste sobre algo que você goste e saiba falar. Nunca tente demonstrar ser algo que você não é.

3. Nunca copie textos alheios sem creditar. Isso acontece mais do que vocês imaginam e é triste. Não que seja errado pegar textos de outras pessoas, mas você assinar como sendo criador do texto, isto sim é triste e só vai te trazer problemas. Na certa vão te chamar de plagiador ou coisa pior. Para saber quem te copia use o site Quem me Ama?. Basta colocar o link do seu blog e sairá uma lista de blogs e sites que têm o mesmo texto postado. Infalível.

4. Não tenha vergonha de escrever sobre o que você sente. Muita gente liga o botão de "censura" e acaba perdendo muitas idéias legais.

5. Template: Escolha um visual legal para o seu blog. Existem por aí muitos sites com modelos bonitos. Uma dica: não misture muitas cores ou fontes, é brega e as pessoas vão achar exagerado. Geralmente a primeira impressão é a que fica. Blogues com muitos aplicativos fazem com que a página demore de abrir, existem pessoas que não aguentam esperar e desistem. Pra quem não sabe editar ou criar templates vale escolher um dos sites abaixo e pegar um modelo já pronto.

6. Não use muitas gírias: Fica feio usar a linguagem da net nos textos. Escolha sempre escrever certinho, fica mais bonito e não tem erro. Risadas do tipo: SHUASHUAHS, hauhauhaua, KKKKK, também deixam um aspecto feio ao texto.

7. Leia sempre os comentários: geralmente eles mostram o que os seus leitores estão achando do seu blog.

8. Use imagens legais: pessoas sempre gostam de ver imagens, elas complementam as postagens e dão um visual bonito ao blog. Existem muitos sites por aí que dispõem de fotos. Exemplo:

9. Não tente imitar outros blogs: Tem gente que faz muito isso e as pessoas percebem de cara. Já vi muitos comentários do tipo em alguns blogs e não é legal. Seu estilo é único valorize-o.

10. Nunca coloque música pra tocar automaticamente no seu blog. As pessoas que visitam normalmente já estão ouvindo suas próprias músicas, além de ficar travando. Lembre-se: nem sempre seus estilo de música agrada o seu leitor.

terça-feira, 20 de julho de 2010

Caminhos errados

Acordei, abri os olhos e a primeira coisa que me veio na mente foi essa idéia de que faz tempo que não sinto nada por ninguém e isto tem tirado meu sono ultimamente. Não que eu deseje cair de amores pelo primeiro cara que cruze meu caminho, mas percebi que chega uma hora que alguém realmente faz falta. Existe um vazio que precisa ser preenchido e não há ninguém que possa preenchê-lo. Não da forma como eu gostaria. Acho que meu coração é muito exigente, acaba sempre desejando o impossível. Cansei de seguir velhos caminhos, os quais não me levam a lugar nenhum, caminhos que eu mesma me obrigo a seguir. Caminhos nem sempre nos levam aos lugares certos, mas concerteza nos levam a algum lugar. É, acho que chegou a hora de começar a viver.

sexta-feira, 16 de julho de 2010

Morfina

Quando lutamos contra nós mesmos, somos os únicos a colecionar feridas. Até que ponto vale a pena ater-se ao caminho da menor dor, do baixo risco e do conforto calculado? Você grita para si mesmo com tanta força essa mentira, que acaba por não ouvir o peito clamando por um segundo de atenção. Mas eu consigo ouví-lo, quando ele encosta no meu e sigo aguardando o dia em que a tua garganta, de tão rouca, deixe chegar aos teus ouvidos o que para mim fica claro toda vez que teus olhos fecham antes dos meus: é recíproco. Eu poderia dizer que fui acometido por uma abstinência de sensações às quais já estava acostumado. É o que você sempre diz, mas eu ainda não me acostumei a você. Por isso que eu sempre volto, mesmo quando a minha auto-estima implora para que eu espere por um sinal teu. Teus sinais foram dados, nós é que falamos línguas diferentes, quando o assunto é sentir e expressar. (créditos: Lucas Silveira)

quarta-feira, 14 de julho de 2010

Ouça

Só vai ficar aí e me ouvir chorar, mas está tudo bem
porque eu amo o jeito que você mente (...)
(Love the way you lie - Rihanna feat. Eminem)

segunda-feira, 12 de julho de 2010

É, eu cresci

E te perdendo eu cresci tanto que hoje tenho 
certeza de que não quero mais te encontrar.

sábado, 10 de julho de 2010

Laços

Quando, com um passo, você fica dois passos mais distante, é porque ela também está indo embora. É aí que você começa a pensar nestes laços invisíveis que nos amarram uns aos outros. Que tamanho eles podem ter? Podem continuar apertados mesmo quando suas pontas já não mais ocupam o mesmo lugar? Sente um fisgão nos pulsos quando abraça outro alguém? Livra-te dos laços. Não falo de cortar. Pode desamarrá-los com o mesmo carinho que tiveste quando os tornaste apertados como braçadeiras. Lembra-te de que laços não são algemas. Agora divida essa corda e presenteia quem você quiser com estes pedaços. Eles são pequenos o suficiente para não virarem nós? Perfeito. (Beeshop)

quinta-feira, 8 de julho de 2010

Why?

Estabilidade é algo essencial. Quando você descobre que pessoas mudam e essas mudanças podem afetar a sua vida te tal forma que seu coração congele por alguns segundos, você percebe que não as conhece do jeito que pensava que conhecia.

(...)

"E quando eu estou sozinho eu penso no quanto eu sinto sua falta
e o quanto está longe o dia que você vai me perder."
(Sid - Skins)

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Ouça

Conseguiu, levantou e se feriu ao saber quem eu sou.
(...) Se quer saber, eu soube antes de você.
(Visita - Abril) Ouça | Baixe

sábado, 3 de julho de 2010

Apenas respire

"Uma coisa é você respirar, outra completamente diferente é tomar a decisão de colocar ar pra dentro dos pulmões segundo sim, segundo não."
Eu sentia que algo estava por surgir. Não sabia o que era ou de onde vinha, mas tinha certeza que era algo importante. Eu queria ter te dito como era difícil pra mim me apaixonar. Você provavelmente iria me achar a garota mais estranha do mundo e é exatamente assim que eu me sentia. Enquanto as outras se apaixonavam num piscar de olhos eu me preocupava em impedir que isto acontecesse, existia uma barreira difícil de quebrar. Eu nunca entendi o porquê.  Alguém que se acostumou com o frio não se sente confortável quanto o tempo muda repentinamente, não é? Era exatamente assim que meu coração se sentia. Normalmente as pessoas caminham seguindo as placas que levam ao tal amor, mas eu sempre escolhia o caminho mais longo, ou simplesmente fechava os olhos para elas. Mas até quando? Chega um momento em que já não se pode desviar dos atalhos, todos te levam ao mesmo rumo. Cedo ou tarde você acaba se esbarrando em alguém que vai te deixar confuso e talvez te faça perceber quanto tempo você desperdiçou tentando lutar contra a felicidade. Apenas feche os olhos, respire fundo e deixe o amor te guiar. Talvez nem tudo seja perfeito, provavelmente você perderá noites de sono pensando nos problemas que possam surgir, talvez surjam alguns imprevistos, mas isto tudo faz parte da sua história. É difícil lidar com sentimentos, ainda mais quando o que está em jogo é a nossa felicidade, porém os momentos em que o nosso coração parou de bater por alguns segundos, estes sim são os que vão marcar nossas vidas pra sempre. Hoje eu já não planejo os meus dias, apenas espero que o que possa surgir me traga algum momento de felicidade. Isto basta.

Love is everything

O amor é tudo.

quinta-feira, 1 de julho de 2010

Constelações

Tem uma constelação com o teu nome e mesmo se não houvesse
não me vem à cabeça outro pensamento, quando eu olho pra cima. 

Licença Creative Commons
A obra Sinta o Amor foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Proibição de Obras Derivadas 3.0 Brasil.