segunda-feira, 30 de agosto de 2010

A regra e a exceção

As garotas aprendem muito enquanto crescem. Se um cara esmurra você ele gosta de você. Nunca tente cortar sua própria franja. E um dia vai conhecer um homem maravilhoso e ter o seu próprio final feliz. Todos os filmes que vemos e histórias que ouvimos nos implora para nós esperarmos por ele. A virada no terceiro ato, a declaração de amor, a exceção, a regra. Mais às vezes estamos tão concentradas em achar o nosso final feliz que não aprendemos à ler os sinais. Como distinguir entre os que nos querem e os que não nos querem. Distinguir entre os que vão ficar e os que vão partir. E talvez esse final não inclua uma cara maravilhoso. Talvez dependa de você. Talvez esteja por sua conta, juntando os pedaços e recomeçando. Se libertando pra achar alguma coisa melhor no futuro. Talvez o final feliz seja só seguir em frente. Ou talvez o final seja este, saber que apesar das ligações não retornadas e todas a mágoas, apesar de todos erros e sinais mal interpretados, apesar de toda dor e constrangimento, você nunca, nunca perdeu a esperança.
(Do filme: Ele não está tão a fim de você)

domingo, 29 de agosto de 2010

Todo mundo precisa de alguém

Eu já senti a mesma dor e amaldiçoei o meu amor.
Quando eu fiquei sem nada, foi quando eu percebi que eu preciso,
você também, todo mundo precisa de alguém.
(Fresno - Canção da noite) Ouça a música | Baixe a música

sábado, 28 de agosto de 2010

Sobre amores e tragédias

Sentimos uma enorme necessidade de amar a todo instante, por mais que isto nos traga muitas vezes decepções. E às vezes cansa ter que colocar todos os sentimentos no lugar outra vez, mas isto não nos impede de passar por tudo de novo. Jamais pensamos que vai ser trágico. Por isso sofremos.  Sofremos quando percebemos que não somos capazes de lidar com o amor. E se não somos capazes de lidar com ele imagine então o estrago que isto pode fazer no nosso coração? Você já se perguntou o que te impulsiona a buscar por esse estrago? Amores são incertos e pessoas mais ainda. E isto também cansa.

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

(...)

"Odeio não conseguir te odiar por mais que eu tente ou por menos que você faça." 
(Do filme: 10 Coisas que eu odeio em você) 

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Sobre amores e estrelas

Brilhava. De longe eu podia ver e sentir a tua intensidade. Era a coisa mais bela e perfeita existente, a nossa estrela. Costumava brilhar mais intensa quando estávamos felizes, perfeita. Se apagava quando estáva-mos tristes. Pra onde foi toda a beleza que ela transmitia? Como pudemos deixá-la se apagar? As vezes eu olho pra cima na esperança de vê-la brilhar novamente. Confundo-a com outras, não tão brilhantes, mas que também conseguiam iluminar o céu. Percebo que não é a mesma coisa. A gente nunca espera que as coisas aconteçam, até que chega o dia em que elas realmente acontecem, e tudo muda. Se apagou.

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

A pessoa errada

Pensando bem, em tudo o que a gente vê, vivencia, ouve e pensa, não existe uma pessoa certa pra gente. Existe uma pessoa que, se você for parar pra pensar é, na verdade, a pessoa errada. Porque a pessoa certa faz tudo certinho. Chega na hora certa, fala as coisas certas, faz as coisas certas, mas nem sempre a gente está precisando das coisas certas. Aí é a hora de procurar a pessoa errada. A pessoa errada te faz perder a cabeça, fazer loucuras, perder a hora, morrer de amor. A pessoa errada vai ficar um dia sem te procurar, que é pra na hora que vocês se encontrarem, a entrega ser muito mais verdadeira. A pessoa errada é na verdade, aquilo que a gente chama de pessoa certa. Essa pessoa vai te fazer chorar. Mas uma hora depois vai estar enxugando suas lágrimas. Essa pessoa vai tirar seu sono, mas vai te dar em troca uma noite de amor inesquecível. Essa pessoa talvez te magoe. E depois te enche de mimos pedindo seu perdão. Essa pessoa pode não estar 100% do tempo ao seu lado. Mas vai estar 100% da vida dela esperando você. Vai estar o tempo todo pensando em você. A pessoa errada tem que aparecer pra todo mundo. Porque a vida não é certa. Nada aqui é certo. O que é certo mesmo, é que temos que viver cada momento, cada segundo. Amando, sorrindo, chorando, emocionando, pensando, agindo, querendo, conseguindo. E só assim é possível chegar àquele momento do dia. Em que a gente diz: "Graças à Deus deu tudo certo". Quando na verdade, tudo o que Ele quer é que a gente encontre a pessoa errada. Pra que as coisas comecem a realmente funcionar direito pra gente. (Créditos: Rodolfo Bernardo)

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

(...)

Não podemos dizer que conhecemos completamente alguém, 
até que um dia ele machuque o nosso coração.

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Distrações

É por isso que eu tropeço em tudo que me é colocado na frente como obstáculo. É por isso que muitas vezes eu caio. E me machuco. Não porque sou cego (sou apenas míope - e bem pouco). Eu caio porque não estou olhando para frente. Estou perdido em uma caixa redonda cheia de espelhos e monitores. Perdido em memórias e em pensamentos. Todos esses com inúmeras interpretações e caminhos possíveis, a serem seguidos ou não. Estou sempre perdido. Separando, organizando, hierarquizando. Pra depois juntar tudo entre minhas mãos e jogar pra cima, como se estivesse sorteando envelopes em uma promoção televisionada. Não vejo teu rosto, nem tua maquiagem, nem teus cílios enormes. Você acha que fico me perdendo em detalhes. Mas olho pra dentro de mim. E é daqui que vejo o que tem dentro de ti.
Lucas Silveira

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Listen

Isso vai melhorar? Ou eu vou me sentir assim pelo resto da minha vida?
(...) Pois eu ficaria com você pelo resto da minha vida, toda a minha vida.
(Krezip - All my life) Ouça a música | Baixe a música 

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Sobre o amor

A gente só passa a conhecer a intensidade do amor quando ele nos faz algumas feridas, difíceis de cicatrizar. E elas sempre estarão ali, pra nos lembrar que um certo alguém existiu nas nossas vidas e que de certa forma nos trouxe alguma felicidade. Estamos sempre em busca de novas feridas até que chega a um ponto em que no nosso coração não há mais espaço para cicatrizes.  

E você, quantas cicatrizes há no seu coração?

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

(...)


Eu fico aqui perdido entre as lembranças que você deixou.
(Esteban Tavares)

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Eu ainda acredito no amor

Segurei em tuas mãos e me deixei guiar. Fechei os olhos, este foi o meu maior erro. É como eu sempre disse, quem se importa apenas se importa. Só que eu não conseguiria seguir outro caminho, quando na verdade eu estava sendo guiada por um outro alguém. Simplesmente não conseguiria. Na verdade o que eu estava buscando era mesmo alguém pra me guiar, mesmo que pelo caminho eu pudesse me perder pra sempre.  E foi o que aconteceu. Caminhei, caminhei até que aconteceu o inevitável, me perdi e não havia mais como voltar. Eu sempre acabo procurando a perfeição em tudo e essa perfeição na maioria das vezes não existe. Eu sempre me prendi muito aos malditos detalhes. Digo malditos porque quando alguém parte nosso coração o que resta é tentar apagar da mente os detalhes. Mas não todos, somente aqueles que nos deixaram mágoas. Deveria haver uma maneira de fazer o nosso coração distinguir isto. É difícil fechar os olhos e tentar esquecer, quando o nosso coração não consegue aceitar a idéia. Temos a capacidade de decidir por nossos caminhos, mas isto não é válido quando nossas decisões podem afetar a vida de outro alguém. Muitas vezes não conseguimos decidir pelo óbvio. Mas isto é apenas um detalhe e eu não deveria me prender tanto assim aos detalhes. Você vê? Foram os detalhes que me fizeram desistir, mas apesar de tudo eu ainda acredito no amor. 

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Filmow

Mais uma dica pra quem gosta de colecionar logins pela net. É um site que guarda uma coleção de filmes. Lá você pode classificar os filmes como "já vi", "não quero ver" ou "quero ver", pode dar nota aos filmes, fazer resenhas, entrar em contato com todos que curtem o mesmo estilo de filme que você curte, trocar informações e dicas sobre quais filmes ver, etc. Basta entrar no site e criar uma conta, clicando em "filmes" você já se depara com uma lista separada por gênero. Você pode ainda procurar pelo seu artista preferido e filmes que ainda serão lançados. Eu, como uma boa cinéfila já criei a minha conta. Confere lá.

terça-feira, 3 de agosto de 2010

Sobre o vazio

Fica o fantasma, quando o concreto se vai. Um vazio momentâneo, uma saudade permanente, uma dor que vai e vem, alternada com uma apaixonada e obcecada psicose, que só entende quem sente. Mas vai passar. 
Lucas Silveira

Licença Creative Commons
A obra Sinta o Amor foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Proibição de Obras Derivadas 3.0 Brasil.