sábado, 16 de abril de 2011

Simplesmente Complicado

Não deveríamos nos importar tanto assim com o que sentir. Aquela coisa de não criar expectativas por medo de se arrepender depois. Chega uma hora que isso cansa. Então percebemos que finalmente chegamos ao nosso limite e que certos tipos de sentimentos se prolongam por mais que a gente queira evitar. Percebemos que estáva-mos tão acostumados a fugir desses sentimentos que passamos a fazer isto de forma involuntária. Inconscientemente. E de repente em uma manhã qualquer acordamos com essa vontade louca de sentir aquela dorzinha no peito. Aquela que não nos deixa dormir e que dura tempo suficiente pra não deixar que a gente esqueça que ela existe. Tá longe de ser simples.

3 comentários:

Naia Mello disse...

Essa dorzinha machuca a gente e tendo a nos fazer evitar a pessoa que causa isso. Pelo menos eu fico assim. Na defensiva.

klaudinha ribeiro disse...

q lindo.. posso copiar??

Jullie disse...

Pode sim, só não esquece de colocar os creditos.
Beijo.

Postar um comentário

Comente, a sua opinião é importante pra mim.

Licença Creative Commons
A obra Sinta o Amor foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Proibição de Obras Derivadas 3.0 Brasil.