segunda-feira, 20 de junho de 2011

(...)

É difícil alguém não ter sentimentos, é algo típico do ser humano, mas tudo tem a sua exceção. Existem sim pessoas que conseguem não sentir o que a maioria das pessoas sente, que não conseguem se emocionar nem com as piores situações. Antigamente eu tinha inveja dessas pessoas, eu queria ser insensível, eu não queria sentir essas “coisas”, eu não queria sofrer. Eu ficava revoltada em sentir tanta coisa por causa de uma única pessoa, em tremer dos pés a cabeça por um sentimento que vai muito além do que posso controlar, eu não queria sentir falta disso, queria me acostumar a ser uma simples observadora, sem me envolver. Não deu. O tempo passou e percebi que… Uau! Isso é maravilhoso. Para que fugir? Nada substitui o coração acelerado, as mãos suadas, o frio na barriga, são sensações únicas e maravilhosas. Eu não vou fechar os olhos para a realidade, eu sei que nada é como nos contos de fada, mas eu tenho coragem para seguir em frente. Se eu cair feio? Bom, ai eu levanto.

1 comentários:

Anne disse...

O amor vai ser sempre indecifrável,por que,por mais que nos sofra não queremos perde a magia que este sentimento nos proporciona.Lindo o texto.

Postar um comentário

Comente, a sua opinião é importante pra mim.

Licença Creative Commons
A obra Sinta o Amor foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Proibição de Obras Derivadas 3.0 Brasil.