sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Apnéia

A gente passa a entender o amor quando percebemos que não conseguimos mais viver sem ele. Não se trata só de carência, quando todas as horas do dia não são suficientes pra pensar em alguém. E, às vezes realmente chegamos a acreditar que existe uma parte vazia no nosso coração, que precisa ser preenchida. A parte que nos completa, finalmente. Por mais que tentemos não dá pra controlar. Nos machucamos sem perceber, quando tentamos fugir da felicidade de encontrar alguém que possa segurar nossa mão. Não sabemos o que sentir quando na verdade tudo que a gente precisa é perder o ar por alguns segundos e involuntariamente.

5 comentários:

Angel disse...

Eu acredito que uma pessoa só seja realmente completa ao lado de outra... Tudo o que e vivido a dois, quando estes se amam, tem muito mais cor e sabor...

Indy. disse...

lindo lindo!
o amor, ah o amor.. É necessário!!

bjs, flor.
=)

Ana Pontes disse...

Olá querida,
Seu blog é uma graça, e adorei conhecê-lo. Eu jpa sigo (inusitadamente a seguidora 666 o.O), e também vou querer sim, mandar algum texto meu para que você dê uma olhada.
Também gostaria de convidar a visitar (e seguir, se gostar) meu blog, que é uma parte sem precedentes da minha alma em lascas. Eu ficaria honrada com a sua visita, assim como ficaria honrada de ter algum texto meu aqui.
Agurado você por lá.
Grandes beijos,
Ana Pontes

http://asoleneanapontes.blogspot.com/

@_ariadnetrindad disse...

Quando tudo o que queremos é suspirar e relembrar.

AnaMaria disse...

O amor todos precisam do amor, às vezes até mentimos e dizemos que não mais queremos amar, mas é da boca pra fora, pois o amor é necessário e essencial, e como diria o poeta é impossível ser feliz sozinho

Postar um comentário

Comente, a sua opinião é importante pra mim.

Licença Creative Commons
A obra Sinta o Amor foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Proibição de Obras Derivadas 3.0 Brasil.