domingo, 4 de dezembro de 2011

Esperas

Então eu te disse que me doíam essas esperas, esses chamados que não vinham e quando vinham sempre e nunca traziam nem a palavra e às vezes nem a pessoa exata. E que eu me recriminava por estar sempre esperando que nada fosse como eu esperava, ainda que soubesse. (Caio F. Abreu)

1 comentários:

Adriele Ester disse...

muito perfeito! Amei*---*

visitem meu blog:
pinklandia-drika.blogspot.com/

Postar um comentário

Comente, a sua opinião é importante pra mim.

Licença Creative Commons
A obra Sinta o Amor foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Proibição de Obras Derivadas 3.0 Brasil.