quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Amor não se pede

Ei, seu tonto, será que você não pode me olhar com olhos de devoção porque eu estou aqui quase esmagada com sua presença? Não, não dá pra dizer isso. Será que você pode me abraçar como se estivéssemos caindo de uma ponte porque eu estou aqui sem chão com sua presença? Não, você não pode dizer isso. Será que você pode me beijar como um beijo de final de filme porque eu estou aqui sem saliva, sem ar, sem vida com a sua presença? Definitivamente, não, melhor não. Amor não se pede, é uma pena. É triste amar tanto e tanto amor não ter proveito. Tanto amor querendo fazer alguém feliz. Mas amor, você sabe, amor não se pede. Amor se declara: sabe de uma coisa? Ele sabe, ele sabe. (Tati Bernardi)

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Ar

Você está aqui, e eu sinto que posso estar em qualquer lugar. Eu sinto que eu sou o ar.
(Lucas Silveira)

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Sobre a solidão

Meus sentimentos de esvaem em solidão. Como se fosse posssível se sentir tão sozinho assim.  Já faz tanto tempo que a minha saudade é sua, que não existe outro lugar que eu possa ficar. Como é dificil sentir saudade. E por mais distante que esteja eu ainda sinto sua presença aqui. Nada se compara ao fato de sentir seu coração explodindo, se desmanchando em mil pedaços. Eu não consigo mais entender o que se passa dentro dele. Só preciso mantê-lo sob controle. Não sei mais se vale a pena sentir. É como se essa dor nunca fosse ter fim. Eu sinto como se isso nunca fosse acabar. Desisti de esperar.

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

(...)

I tried to stay away from you, but I can't.

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

(...)

Tudo seria diferente se a gente não se escondesse tanto assim. 
(Lucas Silveira)

domingo, 4 de dezembro de 2011

Esperas

Então eu te disse que me doíam essas esperas, esses chamados que não vinham e quando vinham sempre e nunca traziam nem a palavra e às vezes nem a pessoa exata. E que eu me recriminava por estar sempre esperando que nada fosse como eu esperava, ainda que soubesse. (Caio F. Abreu)

sábado, 3 de dezembro de 2011

(...)

E por mais distante que esteja eu ainda sinto sua presença aqui.

Licença Creative Commons
A obra Sinta o Amor foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Proibição de Obras Derivadas 3.0 Brasil.