segunda-feira, 28 de maio de 2012

(...)

Eu vi você gritar quando ninguém pode ouvir. Você sempre sente vergonha que alguém possa ser tão importante que, sem ela, você se sentiria como nada. Ninguém nunca vai entender o quanto dói. Você se sente sem esperança, como se nada pudesse salvá-lo. Então, quando acaba, você quase deseja ter todas aquelas coisas ruins de volta, para que assim você possa ter as boas.

4 comentários:

Jeferson Cardoso disse...

Olá Jullie!
Complicado esse jeito de ser! [sorrio]
Abraços.

“Para o legítimo sonhador não há sonho frustrado, mas sim sonho em curso” (Jeferson Cardoso)

Convido para que leia e comente “GENÉRICO” no http://jefhcardoso.blogspot.com/

Clarinha disse...

Rápido, mas verdadeiro.. me sinto exatamente assim

Bjs
http://maviealeatoire.blogspot.com.br/

Ana Maria Cordeiro disse...

Adooooooooooooro, venho quase todos os dias.

Ane disse...

Lindo.se puder da uma passadinha no meu blog... Www.pessoalvipane.spaceblog.com.br bjusssss

Postar um comentário

Comente, a sua opinião é importante pra mim.

Licença Creative Commons
A obra Sinta o Amor foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Proibição de Obras Derivadas 3.0 Brasil.