sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Sobre ser superficial


Experimente demonstrar verdadeiramente a alguém todo o amor que você sente. É mágico. Não aquela coisa de tentar fazer com que as pessoas acreditem que você ama alguém. Não essa coisa superficial que a gente vê por aí. Sou das que ama poucos e que não consegue ver sentimento onde não tem. Pessoas têm essa ilusão, essa necessidade de mostrar pros outros que estão felizes. Tem gente que demora pra aceitar a verdade e vive mergulhado em mentiras, ilusões. Felicidade é quando a gente realmente enxerga quem se preocupa de verdade com a gente. 

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

O que eu peço

O que eu peço é que você seja sempre de verdade também. Que me queira assim, imperfeita e cheia de confusões. Que saiba os momentos em que eu preciso de uma mão passando entre os fios de cabelo. Que perceba que às vezes tudo o que eu preciso é do silêncio e do barulho da nossa respiração. Que veja que eu me esforço de um jeito nem sempre certo. Que veja lá na frente uma estrada, inteiramente nossa, cheia de opções e curvas. E que aceite que buracos sempre terão. (Clarissa Corrêa)

terça-feira, 25 de setembro de 2012

(...)


E só eu sei o quanto doeu ver a melhor coisa do mundo indo embora.
(Tati Bernardi)

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Lugares escondidos

Não consigo entender como uma coisa tão grande cabe tão perfeitamente em um pequeno espaço. Talvez seja por isso que às vezes sentimos nosso coração explodir. Ele está tão cheio que qualquer outro sentimento não caberia dentro dele. Eu já senti tanta coisa que fica estranho pra mim sentir o coração vazio. Não consigo me acostumar com a idéia de não sentir nada, por ninguém. O sentimento é o que nos move. E ainda há certos sentimentos ficam escondidos bem lá no fundo, onde a gente se esquece que eles existem ou onde tentamos escondê-los de nós mesmos. Como se adiantasse.

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Please

domingo, 2 de setembro de 2012

(...)

Ainda não sabe me dizer direito, se me deixa ou se me põe no peito. (Esteban)

Licença Creative Commons
A obra Sinta o Amor foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Proibição de Obras Derivadas 3.0 Brasil.