terça-feira, 23 de outubro de 2012

(...)

Como é difícil manter um sorriso nesse mundo.

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Sobre mim

Às vezes me pego pensando no que você iria achar se soubesse que eu nem sempre demonstro tudo o que sinto. Sou cheia de manias. Tenho medo das pessoas me deixarem e por isso sempre evito me apegar a elas. Não faço de propósito, é meio que involuntário. E como é difícil pra mim vê-las partindo sem ter como impedir. Sim, esse talvez seja um dos fatos da vida que mais me deixam frustrada. O fato é que eu nunca sei o que posso esperar das pessoas. Elas nos cativam, conquistam nosso coração e quando estamos completamente envolvidos nos largam num canto qualquer. Esse é e sempre foi o meu maior medo, nunca saber o que esperar do dia de amanhã. Nunca saber quando as pessoas vão me deixar.

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Sobre fracassar

Mais um dia e eu ainda não consegui lidar com esse sentimento. Nunca gostei dessa sensação de que tem algo errado. Pessoas que nos cativam e que nos transmitem certa segurança são sempre as que desejamos do nosso lado. É assim, sempre foi e nunca vai mudar. Quando a gente sorri pro mundo alimentamos esperança de que alguém sorria de volta. Não conseguimos nos livrar dessa necessidade de sermos amados incondicionalmente. Quando não conseguimos ficamos frustrados. Eu só queria saber que sentimento é esse que esmigalha meu coração em mil pedaços. Que me deixa caída no chão, sem chances de levantar. Não consigo fingir que tô bem enquanto me desmancho por dentro. Minha voz, meus olhos e meus gestos denunciam a minha tristeza. Guardo mágoa por coisas bobas. Não consigo esquecer por mais que eu tente, e olha que eu já tentei muito. É, talvez eu não saiba lidar com tudo isso. Fracassei.

Licença Creative Commons
A obra Sinta o Amor foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Proibição de Obras Derivadas 3.0 Brasil.