quarta-feira, 28 de novembro de 2012

A folha em branco


Tem coisas que nem precisam ser explicadas, a própria realidade nos ensina. A gente só precisa juntar todos esses pedaços pra perceber que eles ainda podem se encaixar perfeitamente. Eu ainda não tinha percebido quanta solidão poderia estar escondida por trás de um belo sorriso. O mundo não é apenas sobre nós mesmos, não pode ser. Tudo muda quando até um ponto num simples texto nos faz lembrar de alguém especial. Você passa a acordar e dormir com a mesma idéia na cabeça. Talvez esteja na hora de tirar essa armadura. Então você pensa em como a vida antes poderia fazer sentido, quando na verdade nunca fez. Mais uma folha em branco, por favor.

Cuide do seu coração, só você sabe o quanto isso pode valer à pena.

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

(...)

Porque a gente sente tanto medo de se entregar? Em que momento a gente consegue tirar essa armadura?

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

(...)

Não faço de ninguém meu mundo e não quero ser o mundo de ninguém. Mas junto se constrói um belo alicerce.

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Sintonia telepática


A gente deveria aprender a ouvir mais o coração. Cada pessoa sabe o que é preciso pra ser feliz, mas ninguém parece entender quando a gente só precisa de um abraço pra se sentir bem. Digo, aquele abraço verdadeiro. Aquela coisa de ficar sentindo a respiração do outro sem ter que se preocupar no quanto isso possa parecer estranho ou no tempo que esse momento deve durar. Uma das coisas mais bonitas que existem é quando a gente sabe e sente o que a outra pessoa quer dizer, sem ter que trocar uma palavra sequer. Já passei muitas noites em claro pensando no amor que não vinha.  A gente não tá preparado, mas quando acontece acabamos aprendendo a amar. Do nosso jeito torto, mas amamos. Tem dias que a gente só precisa de um sorriso e tá tudo bem. E acredite, manter um sorriso nesse mundo continua sendo  um desafio.

Licença Creative Commons
A obra Sinta o Amor foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Proibição de Obras Derivadas 3.0 Brasil.