quarta-feira, 22 de maio de 2013

(...)

Só lembro que tocava Paul McCartney, que fazia frio, e que eu dizia coisas que eu nunca imaginava que fosse capaz de dizer. Coisas que sempre bradei para as paredes, mas que agora encontraram destinatário. Esse sentimento não cabe em mim.

Lucas Silveira.

4 comentários:

Gabriele disse...

Olá tudo bem?
Quer ter uma renda extra trabalhando em casa?
Isso é possível! Saiba mais acessando www.frpromotora.com/44825090
Sucesso!!!

Lilihcat disse...

Perfeito,me apaixonei pelo seu blog, ja estou seguindo, se puder aparece lá no meu cantinho...

Ricardo/águia_livre disse...

Bom dia

Bonito poema. Gostei de ler. Parabéns.
.
Gostava que visitassem e, querendo, se fizessem seguidos/as. Fica o meu Obrigado.
.
http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

MARI disse...
Este comentário foi removido pelo autor.

Postar um comentário

Comente, a sua opinião é importante pra mim.

Licença Creative Commons
A obra Sinta o Amor foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Proibição de Obras Derivadas 3.0 Brasil.