quarta-feira, 22 de maio de 2013

(...)

Só lembro que tocava Paul McCartney, que fazia frio, e que eu dizia coisas que eu nunca imaginava que fosse capaz de dizer. Coisas que sempre bradei para as paredes, mas que agora encontraram destinatário. Esse sentimento não cabe em mim.

Lucas Silveira.

quarta-feira, 15 de maio de 2013

Sobre o vazio

Ele voltou. O vazio. Foi o que sobrou afinal. É que eu sempre acabo no mesmo lugar, pensando nas mesmas coisas de sempre. É complicado não saber como esconder o que se sente. Isso transborda pelos nossos olhos sem que a gente perceba ou possa impedir. Nem sempre tudo que a gente pensa que é certo pode nos fazer bem. Com o tempo aprendemos.

Licença Creative Commons
A obra Sinta o Amor foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Proibição de Obras Derivadas 3.0 Brasil.