quinta-feira, 15 de maio de 2014

Sobre esquinas e adeus

Há algo de patológico em querer buscar o que te destrói. Existir na vida de alguém é muito mais do que andar de mãos dadas por aí. A dor pode nos ensinar muito mais do que podemos imaginar. Quando chegamos na primeira esquina do adeus a vontade que a gente tem é de desistir. Por que é que a gente não esquece do caminho que nos levou até lá? Que coração é esse que, apesar de tudo nunca desiste? Esse passado que carregamos, esse sentimento que não deixamos pra trás existe pra nos lembrar que cada história que vivemos tem um  significado e que nenhum deles existiu pra nos derrubar.

6 comentários:

Camila Rodrigues disse...

Esse texto é seu Jullie?

Jullie disse...

É sim.

Anônimo disse...

Qual seu nome todo ? Tenho uma página no face para novos escritores e gostaria de postar alguns textos seu ;)

Sinceras Idéias disse...

O amor me incentivou a criar um blog! http://sincerasideias.blogspot.com.br/2014/06/ola-seja-muito-bem-vindoa-criei-esse.html?m=1

Anônimo disse...

Muito fixe esse site tem tudo sobre amor http://wishbrother.comunidades.net/

amor dor disse...

liiiindaaaa, adoro teus blooog, te sigo a seculos e recentemente fiz um tambem ,adoraria se tu desse uma olhadinha : http://amoresuascores.blogspot.com.br/
bjjj e sucesso.

Postar um comentário

Comente, a sua opinião é importante pra mim.

Licença Creative Commons
A obra Sinta o Amor foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Proibição de Obras Derivadas 3.0 Brasil.