segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Sobre possibilidades

Imagina se a gente tivesse o por quê de todos os problemas que por acaso temos que enfrentar. Irreal demais pra ser verdade. A vida consegue ser perfeita em todas as suas possibilidades, não nos cabe dar um sentido viável pra cada lágrima que derramamos. A parte do sentir é tão bonita com todos seus possíveis erros e enganos que nada a torna tão pequena em meio a tudo que vivemos. No final descansamos de forma plena nossa cabeça no travesseiro esperando que ele absorva todas as mágoas, as quais se dissolvem em pequenas lembranças. E são todas elas que fazem de nós quem realmente somos.

3 comentários:

Lucas - Blog: Overture disse...

Muito belo, o que escreveste. Na verdade, quando mencionamos o 'por quê', sempre estamos nos referindo aos por quês do que nos feriu, do que não concordamos, do que é difícil aceitar. Curiosos, nós! Não buscamos o por quê de alguém desconhecido ter cruzado conosco na esquina e, pretensamente mais um fato comum de nossas vidas, de repente se revela um grande amor. Não buscamos o por quê de sermos perfeitos, inteligentes, alegres a maior parte do tempo, premiados pela vida. A vida nos faz quem somos. Nós fazemos a vida o que ela é. E em vez de nos enfurnarmos em ter o por quê sempre à disposição, é sempre melhor viver, e nos contentar em saber apenas aquilo que nos for acessível. Belíssimo texto. Penso que, pelas últimas postagens, estás diminuindo ou parando aqui... Não vou perguntar o por quê... Beijossssssss

manggo disse...

http://trintaepoucos8.blogspot.com.br/

F disse...

..

Postar um comentário

Comente, a sua opinião é importante pra mim.

Licença Creative Commons
A obra Sinta o Amor foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Proibição de Obras Derivadas 3.0 Brasil.